Segunda Mão

Um dia, errando o caminho no labirinto de São Paulo, descobrimos um brechó só para crianças. Os zói da mãe brilhou. Ultimamente tá difícil de engordar as vacas, a vida na cidade grande não tá fácil, então foi uma delícia poder comprar coisas tão legais sem ter que deixar as calças na loja. Lá tem de um tudo, brinquedos, roupas, sapatos, livros, fantasias… compramos um quebra-cabeça de madeira retrô de fundo do mar, um livro de culinária para crianças, e escondido no fundo do armário um prato com uma cara estampada. Agora toda a refeição é desenhar com a comida, procurar cabelo, barba e brinco pra botar na menina do prato. Ficou um pouco mais fácil a vida de quem quer manter um menino de três anos na mesa até o fim da refeição. O brechó chama Era uma vez outra vez e fica em Perdizes.

IMG_20141030_124233632_HDR~3

IMG_20150114_103238380~2

Publicado em alimentação, Brincando dentro de casa | Marcado com | Deixe um comentário

Que venha 2015!

IMG_20141231_014751713~2

Theo conta histórias fantásticas, eu desenho.

Ele imagina, eu corro atrás.

Ele grita, eu peço pra ir suave.

Ele acaba com a minha paciência, eu arranjo mais.

Ele me quer o tempo todo, eu quero ficar na minha.

Eu fico exaurida, ele morre de rir.

Eu digo eu te amo, ele diz eu te amo você.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Da falta que faz um quintal. Parte II

Ontem o Theo tinha tanta energia dentro de casa que suspirei com aquele pensamento de como a vida seria boa com um quintalzinho do lado de lá porta. Quem sabe um dia a gente adquire um. Por enquanto a gente segue improvisando: quem não tem balanço na árvore caça com trapézio dentro do quarto. Crédito para o pai mais herói que eu conheço. Obrigada, Pablito.

IMG_0169-3 IMG_0180-3 IMG_0189-3 IMG_0197-3  IMG_0221-3IMG_0225-3Detalhes técnicos: um pedaço de cano de pvc e uma corda que passa no meio do cano e por dois pitões (bucha dez) presos no teto, e que se amarra uma ponta na outra para finalizar.

Publicado em Uncategorized | 4 Comentários

ELES ADORAM PURPURINA

E o nosso chão brilha.

DSC_0025DSC_0022 DSC_0021 DSC_0017

 

 

Publicado em Arte para crianças, Theo 2 anos | Marcado com , , | 2 Comentários

O que você quer ser quando crescer?

Logan LaPlante, é um garoto fabuloso de 13 anos de idade, que conta como é sua educação fora da escola, sua “hacking education”, e nos responde que quando crescer, ele quer é ser feliz, assim como ele é hoje. Simples assim, queremos continuar sendo felizes. Emocionante este TED, vale a pena.

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário

Da falta que um quintal faz

Claro que faz falta, mas crescer sem quintal também não é nenhum fim de mundo. Tem o parque pertinho de casa, que é o nosso quintal de luxo;  tem as plantas do térreo do prédio que é nosso quintal de brincar rapidinho, tem o quintal da casa dos amigos que é o quintal para passar o dia inteiro; e tem a imaginação, claro, que inventa quintais a torto e a direito sem dar bola pra este papo de que é muito ruim ser criança de apartamento.

IMG_0122-3IMG_0141IMG_0124-2IMG_0133Um pouco de guache, mais um tanto de desapego ao branco dos rejuntes e voilà!

Publicado em Arte para crianças, Brincando dentro de casa, Theo 1 ano | Marcado com , , , , | 1 comentário

Um quarto cheio e vazio

IMG_0226-2A gente migrou para o Sul, deixamos a cidade maravilhosa e voltamos a morar na cidade imensa e cinzenta onde nasci e cresci, São Paulo. Voltamos por mil questões que envolvem trabalho, amizades, escolas, e não mais morros e ladeiras. Mas o motivo real mesmo, foi esta menina aqui, que quando virou mãe, quis a mãe dela por perto de novo.  Ninguém me contou quando engravidei que as mães também precisam de colo. Então mudamos para um apartamento que está localizado a trinta minutos de caminhada do colo da minha mãe, mais conhecida por Bubú, que foi o jeito que o Theo aprendeu falar vovó.

Deu uma trabalheira danada mudar de cidade com o Theo tão pequeno, ele mal tinha acabado de fazer um ano. Depois dos meus problemas com a amamentação, acho que foi a tarefa mais dura que já tive, ainda mais com o maridón viajando a trabalho. E depois de mudada? Como faz para achar tempo pra arrumar a casa e trabalhar ao mesmo tempo? Não acha. Ela ainda está longe de estar com a nossa cara, está povoada por caixas escondidas nos armários e quadros hibernando atrás dos móveis, mas o quarto do Theo finalmente está pronto, até quadro tem. Continuamos sem berço e com a mesma pegada minimalista que Maria (Montessori) nos ensinou no primeiro quarto do Theo.

O que era pra ser ocupado por cômoda, berço e poltrona, virou espaço pra ocupar com  brincadeira, dança e bola. O quarto vira e desvira, é palco, é circo, é campo de futebol, é ateliê, é oficina. Estou contente, e o sorriso chega na barriga quando vejo o Theo tomando posse de cada metro quadrado do seu território.

Aqui é a cama no modo dormir, aberta, espalhadona, são dois futons de solteiro unidos por um lençol de casal de elástico.

IMG_0204 IMG_0205

cama aberta

Durante o dia, a gente dobra um futon em cima do outro e o quarto fica bem mais espaçoso, e o Theo não pisa com o sapato sujo da rua no lençol que vai dormir.

cama dobrada montagem

IMG_0081-2

Este é o mesmo espelho do antigo quarto do Theo, só que na vertical, já que agora ele se locomove só com duas patas. Muita gente pergunta se não é perigoso, principalmente quem é avó, mas este é um espelho inquebrável, é de acrílico e está colado em uma base de MDF que está parafusada na parede, e nem o neném mais bagunceiro é capaz de se machucar.

espelhoMantive o mesmo tatame que fiz para o primeiro quarto do Theo, ele é feito de borracha E.V.A que comprei a metro e forrei com uma capa de brim colorido. Antes servia para o Theo não bater a cabeça no chão enquanto aprendia a engatinhar, agora é pra ele não acordar o vizinho de baixo com a bateção de brinquedos no chão.

IMG_0214-2 IMG_0220-2Bancada/estante para os brinquedos. Estes móveis já foram o trocador do Theo, olha aqui.

IMG_0230-2IMG_0227-2Arte para adultos que é também para crianças. Saul Steinberg. Queria ter conhecido este ilustrador ao vivo, deve ter sido uma boa mistura de sábio com palhaço. São desenhos mágicos e super realistas ao mesmo tempo. Recomendo parafusar os poster na parede, porque os desenhos despertam muito amor nas crianças e elas costuma pegar o afeto na unha.

IMG_0232-2 IMG_0233-2

Aqui é a esquina dos livros feita com um escorredor de louças, super mal projetado, que me fez quebrar quatro pratos além da minha cumbuca favorita, e que quase incinerei de tanta raiva.

IMG_0059-2

Papel kraft na parede para desenhar. Eu não resisto e desenho mais que ele, e lógico que mesmo com esta imensidão de espaço ele prefere ir rabiscar em qualquer cantinho que não tenha papel. Já não tenho saliva para tanto não.

IMG_0036IMG_0034

E voilá! Este é o quarto do Theo cheio de ideias inspirada na filosofia de uma senhorinha italiana do balacobaco, que nasceu no século XIX, que já morreu, claro, mas que continua iluminando nosso presente. Resumindo, a ideia é ter um quarto organizado e harmonioso, com poucas coisas e com tudo na altura da criança. Ela tem que ser capaz de entrar e sair da cama quando quiser e de acessar todos os brinquedos e materiais. Não pode ter muita coisa, pois o excesso perturba a capacidade de concentração. Na estante por exemplo, ela recomenda oito brinquedos no máximo. Os que não couberem você pode guardar bem guardado no armário e de tempos em tempo fazer um rodízio, trocar os expostos pelos guardados e a criança terá a sensação que está ganhando brinquedos novos, como se fosse Natal, é incrível. De preferência, materiais naturais, que ninguém mais aguenta este mundo de plástico.

Para saber mais tem este blog: how we montessori, que não canso de indicar. De uma mãe australiana, expert em Montessori, e que posta absolutamente tudo que ela pratica em casa. Foi esse blog que me despertou para o método Montessori. Mais recomendável ainda é ler os livros, pra mim foram fundamentais o Montessori from the Start, da Paula Polk Lillard e Lynn Lillard Jessen e o Mente Absorvente, da própria Maria Montessori.

E viva o espaço vazio! Crie espaço livre para botar muita imaginação dentro!

Publicado em Ambientes Montessori, montessori | Marcado com , , , , | 9 Comentários